Wenders meets Pina ou a violenta chegada da Primavera

Um dos momentos mais arrebatadores da minha temporada paulistana [2009?] _e este eu devo agradecer à doce Luiza_ foi assistir à “Sagração da Primavera” no teatro Alfa, dançada pela Tanztheater Wuppertal, na coreografia recriada por Pina Bausch, lá em 1975, com a trilha original de Stravinsky.

Tanto nos movimentos de Pina Bausch, quanto na histeria da partitura de Stravinsky, a chegada da primavera é violenta e convulsiva; no palco, bailarinos são tingidos de lama ao longo do espetáculo e… foi aí que pela primeira vez na vida cheguei perto de algo similar à Síndrome de Stendhal. Acho que a dança é a forma de arte que mais mexe comigo. “Dansez, dansez… sinon nous sommes perdus!”, dizia Pina. E eu gosto de dançar, ainda que paradinha.

E eis que a Babee me aparece hoje com essa maravilha que me arrancou umas lágrimas:

“Pina”, um filme feito por Wim Wenders para Pina Bausch. Prevejo outro arrebatamento {Wenders, Stravinsky, la Bausch e o Tanztheater Wuppertal num mesmo evento é demais para o meu coração surrado}.

Baixem aqui ❤ na íntegra

Esse post foi publicado em Sem categoria e marcado , , , , . Guardar link permanente.

Uma resposta para Wenders meets Pina ou a violenta chegada da Primavera

  1. doce luiza disse:

...?

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s