A vida dos outros

Nem você entendeu
nem eu
que não se é perverso
aqui.

Nem ninguém entendeu
que perverso
é o mundo
que cataloga contemporâneos
por suas gerações.

Neste compêndio ficamos irremediavelmente distantes:
Você
Eu
e o filho pródigo que jogamos
atrapalhadamente
no mundo das enciclopédias.

[agosto, 2008]

Esse post foi publicado em Sem categoria e marcado , , , . Guardar link permanente.

...?

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s