in C

Terry Riley, um dos pais do Minimalismo na música ao lado de LaMonte Young, Steve Reich e Philip Glass, é o compositor da minha adorada In C [1964].

Sua partitura é composta por fragmentos de diferentes durações, superpostos e adicionados enquanto executados contra um pulso comum. São 53 frases musicais que podem ser repetidas à exaustão, e por diferentes instrumentos, pois a peça não tem duração definida no papel.

Como tantas coisas da vida, ela começa e termina no acaso de si mesma 😉 Aqui, o trio americano Bang on a Can [Michael Gordon, David Lang & Julia Wolfe] mostra o resultado sonoro da partitura acima:

Ela começa em C [dó] e pode durar de 15 minutos a uma eternidade. Só depende da animação de seus “jogadores”.

Merci <3Luluzinha<3!

Esse post foi publicado em Sem categoria e marcado , , , , , , , . Guardar link permanente.

...?

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s