nunca mais é para sempre

o espelho me deu duas décadas
e uns anos
a mais

no rosto anguloso
que nunca tive
o espanto
de me reconhecer

de ir me assimilando
na nova textura
nos acidentes
de um sorriso novo

quando me olhei nos olhos
vi uma chuva
de fragmentos especulares
e a urgência
de tocá-los

sem que perdessem
o encanto

_deitei as pálpebras
sobre o vidro
e tudo choveu

mais;

Esse post foi publicado em Sem categoria e marcado , , , , , . Guardar link permanente.

...?

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s