disfunções programadas de amarelinha

quando vejo seu rosto, azul,
lembro de quando era criança
& brincava de desmaiar
no ginásio da escola

cabeça contra parede
polegar sobre jugular
prende o ar e solta
até a paisagem granular crianças
no autoenforcamento lúdico das horas
na falta de contorno dos corpos infantis
na experiência-limite
do nada

quando vejo seu corpo, azul,
lembro de quando era criança
& brincava de desmaiar
no banheiro de casa

e do quão irresistível
é a festa da destruição.

Esse post foi publicado em Sem categoria. Bookmark o link permanente.

...?

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s